O que fazer na Cidade do México – 15 programas incríveis!

Cidade do México! Uma das megalópoles mais gigantescas do planeta, com mais de 20 milhões de habitantes em sua região metropolitana! Mas que isso não seja um problema para que você venha até aqui! Os pontos de maior interesse turístico estão reunidos na área central, onde também está o Aeroporto Internacional Benito Juárez.

O sistema de transporte público funciona maravilhosamente bem, e inclui uma rede de metrô segura e eficiente e uma cobertura ampla de ônibus. Só tome cuidado com os taxistas aproveitadores, que podem sobretaxar seus serviços.

Essa é uma cidade antiquíssima, que remete a tempos pré-colombianos. Era ali a capital do Império Asteca, chamada Tenochtitlán, antes da chegada dos conquistadores espanhóis, que estabeleceram, no mesmo local, a capital da nova colônia, o “Vice Reino da Nova Espanha”.

Para mim, visitar essa cidade foi uma das experiências culturais mais interessantes. Existem muitos museus, sítios arqueológicos, centros culturais, mercados, igrejas coloniais e outros pontos de interesse.

Para curtir com calma, fique pelo menos 5 dias e visite os pontos que te interessam mais. Abaixo, minhas recomendações:
  1. Free Walking Tour – Programa muito legal para se aprender mais sobre vários aspectos da cidade e do país caminhando pelas ruas. O grupo Estación México oferece duas modalidades de tours gratuitos (baseados somente em gorjetas): Centro Histórico e Coyoacán, este último um bairro de classe alta onde estão as antigas residências de várias celebridades mexicanas, como Frida Kahlo e Diego Rivera.
  2. Sabores do México – A culinária por aqui é uma atração à parte. Experimente os sabores da rua (tacos, gorditas, enchiladas, burritos), e também pratos mais sofisticados, como o Mole Poblano e os Chiles en Nogada.
    O tradicional Chile en Nogada, prato comemorativo à Independência Mexicana
    O tradicional Chile en Nogada, prato comemorativo à Independência Mexicana
  3. Museu Nacional de Antropologia – Museu muito bem organizado e didático, com uma coleção de artefatos impressionante! Uma verdadeira aula de história pré-colombiana, com ênfase em civilizações mesoamericanas, como a Maia e a Asteca. Aberto de terça a domingo, de 9:00 às 19:00. Entradas custam $64MXN (pesos mexicanos) por pessoa, porém livre aos domingos, mas chegue bem cedo para evitar filas quilométricas e multidões!
  4. Templo Mayor – O templo mais sagrado dos Astecas em sua capital, Tenochtitlán, foi arruinado pelos espanhóis durante a conquista. Recentemente, em meados do século XX, escavações para desenvolvimento urbano revelaram suas ruínas, hoje em exibição para os visitantes, juntamente com um museu, onde estão expostos artefatos encontrados no sítio. Aberto de terça a domingo, de 9:00 às 17:00 à $59MXN por pessoa.
  5. Tlatelolco – Sítio arqueológico de grande relevância para a resistência asteca durante a conquista espanhola. Situado nas adjacências da Praça das Três Culturas, que reúne construções de três períodos históricos: as ruínas astecas; o Templo de Santiago, igreja do período colonial; e construções do México contemporâneo. A praça é também emblemática pelo trágico massacre de estudantes em 1968, que protestavam pacificamente contra a política do presidente Gustavo Díaz Ordaz. A entrada é gratuita. Segunda a domingo, de 8:00 às 18:00.
  6. Teotihuacan – Ruínas remanescentes da capital da civilização Teotihuacana, anterior aos Astecas em algumas centenas de anos. Grande parte dos edifícios é reconstituição moderna, mas é fantástico observar as pinturas originais nas paredes dos templos e subir as pirâmides do Sol e da Lua. Funciona de segunda a segunda, de 9:00 às 17:00. Ingressos a $64MXN por pessoa. Leve protetor solar, use roupas leves e um chapéu!Dica: é possível fazer visitas guiadas gratuitas com o pessoal do Instituto Nacional de Antropologia e História. Envie um email para teotihuacanvisitasguiadas@inah.gob.mx e solicite mais informações. Eles te enviarão um formulário, que você deve preencher com seu nome, dia e horário da visita, assinar e enviar de volta (por email mesmo).
  7. Catedral Metropolitana – Localizada no lado norte da Plaza de La Constitución (ou Zócalo), foi construída sob as ordens do conquistador Hernán Cortéz sobre as ruínas de um prédio adjacente ao Templo Mayor. Porém, sua conclusão se deu somente em 1813, já incorporando vários estilos arquitetônicos. Aberta diariamente, de 7:00 às 19:00.
    A Catedral Metropolitana da Cidade do México
    A Catedral Metropolitana da Cidade do México
  8. Palacio Nacional – É possível visitar a sede do governo executivo federal mexicano e apreciar o interior do palácio, onde estão em exibição alguns murais de Diego Rivera. Aberto para visitação de terça a domingo, de 9:00 às 17:00. Entrada gratuita.
  9. Castillo de Chapultepec e Museu Nacional de História – Castelo utilizado como residência de governantes, inclusive pelo Imperador Maximiliano em seu breve reinado sobre o México, em meados do século XIX. Situado em uma área verde gigantesca, o Bosque de Chapultepec. O museu exibe artefatos e informações interessantíssimas sobre a história do país. $64MXN por pessoa. De terça a domingo, entre 9:00 e 17:00. Entrada livre aos domingos, mas chegue cedo para evitar grandes multidões!
  10. Museu Frida Kahlo – A famosa Casa Azul, onde viveu o excêntrico casal de artistas Frida Kahlo & Diego Rivera. Na verdade, Frida viveu ali desde criança, e também morreu ali. Expõe aspectos artísticos e objetos pessoais que revelam o universo íntimo de uma das artistas latino-americanas mais destacadas no mundo. Aos sábados e domingos é possível fazer uma visita combinada com o Museu Diego Rivera Anahuacalli pelo mesmo preço de ingresso. Aberto de terça a domingo, de 10:00 as 17:45, porém, a partir das 11:00 às quartas-feiras. Admissão à $120MXN por pessoa.
  11. Palacio de Bellas Artes – Construção impressionante em estilo Beaux Arts utilizando mármore de Carrara, onde estão expostos trabalhos de pintores muralistas mexicanos mais destacados, como Diego Rivera e José Clemente Orozco. Ocorrem ali apresentações de ópera e outros espetáculos, com destaque para o Ballet Folklórico de México. Aberto para visitação de segunda a sábado, de 11:00 às 19:00 e, aos domingos, de 8:30 às 19:00, quando a entrada é livre (vá logo cedo para evitar filas e multidões!). Para apresentações, verifique a agenda no site.
  12. Torre Latino-americana – O primeiro arranha-céus do México, de onde se tem uma vista panorâmica impressionante! Vá, de preferência, ao final da tarde, quando poderá contemplar a paisagem durante o dia, observar o pôr-do-sol e, ainda, as luzes da cidade à noite. Ingressos ao mirante da torre valem os $80MXN por pessoa. Aberto para visitação de segunda a domingo das 9:00 às 22:00.
    O Palacio de Bellas Artes visto da Torre Latinoamericana
    O Palacio de Bellas Artes visto da Torre Latinoamericana
  13. Plaza Garibaldi – Praça onde se concentram, todos os dias ao final da tarde, os tradicionalíssimos Mariachis. Sente em algum bar, tome uma cerveja e aprecie a boa música mexicana, programa especialmente interessante nos fins de semana! Na praça está localizado o Museu da Tequila, ponto interessante para quem quer saber mais sobre a bebida mais tradicional do país. Vá de táxi, já que as redondezas não são lá muito seguras.
  14. Xochimilco – Localizado ao sul da cidade, tratam-se de canais remanescentes das antigas chinampas, uma técnica agrícola usada pelos Astecas para o cultivo de plantações em meio aquático. Os canais são particularmente populares nos finais de semana e feriados, quando muitas famílias mexicanas e turistas alugam barcos floridos, que podem incluir serviços de música e comida. Os barcos são alugados por hora e que os trajineros recomendam o passeio de 2h, mas pode ser feito em 1h também. Se for sozinho, vai arcar com todo o valor de uma trajinera, logo, é bom achar mais gente para dividir os custos. Os serviços de música e de comida são em trajineras paralelas, que param do lado da sua se você pedir. 
  15. Mercados – São vários os mercados na Cidade do México, para artesanato, vá ao La Ciudadela, para bruxaria, ao Sonora e, para artigos alimentícios interessantes e muitas outras coisas, ao La Merced.
    Artesanato no Mercado de La Ciudadela
    Artesanato no Mercado de La Ciudadela

Como você deve ter percebido, existem vários programas interessantíssimos na Cidade do México. Às segundas-feiras, em geral, os museus estão fechados, mas é um bom dia para visitar Teotihuacan. Aos domingos as entradas são livres em alguns deles, mas multidões e filas enormes atrapalham um pouco o rendimento do passeio, então procure chegar cedo!

 

 

Curtiu? Compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on Google+

Deixe uma resposta