Londres a baixo custo!

Às vezes discrimino valores em moeda local mas, em geral, os valores estão em dólares americanos (USD), pois é a moeda utilizada para transações internacionais e a que sofre menor oscilação no tempo. Na data da minha viagem a cotação era 1USD =3,10BRL (Dólar Turismo, o do cartão de crédito)

 

Dentre todos os destinos em que já estive, Londres foi, sem dúvida, o mais difícil de manter o orçamento controlado. Dito isso, Londres é, acima de tudo, um lugar excepcional! Uma cidade de contrastes incríveis, onde o antigo encontra o novo de uma forma surpreendente. Castelos e igrejas medievais dividem espaço com o que há de mais moderno na arquitetura.

Londres é também uma cidade muito vibrante e cosmopolita. Uma capital mundial, onde culturas do mundo todo se encontram e dividem espaço em uma mistura de línguas, cores e costumes!

Soldado da Guarda Real em constante posição de sentido.
Soldado da Guarda Real em constante posição de sentido.

 

Fiquei por ali 9 dias e digo que, apesar de desafiador, é possível, sim, aproveitar MUITO essa cidade sensacional a baixo custo, especialmente no verão. Minhas despesas ficaram em uma média de $90 USD por dia, mas poderia ter reduzido esse valor facilmente, não fossem algumas extravagâncias noturnas e visitas a atrações pagas. Abaixo, um resumo dos meus gastos:

Alimentação: $210 USD

Hospedagem: $0 USD

Transporte: $170 USD

Entretenimento: $170 USD

Álcool: $160 USD

Lembranças/presentes: $52 USD

Meus custos com hospedagem ficaram reduzidos a zero, pois tive a sorte de ficar na casa de um amigo, o que tornou essa viagem muuuito mais barata do que teria sido.

As dicas

Compre o London Pass – Se pretende visitar atrações pagas, como o Castelo de Windsor, a Abadia de Westminster e a Torre de Londres, adquira esse passe. A princípio o preço parece salgado, mas considerando os preços individuais dessas atrações, fica mais barato, e você ainda economiza tempo, já que com o passe não precisa enfrentar filas! Há também a opção de comprar o London Pass combinado ao Oyster Travelcard, um cartão pré-pago com acesso ilimitado ao sistema de transporte de Londres, cuja validade será a mesma do seu London Pass.

Adquira um Oyster Card – se vai ficar mais dias na cidade, assim que chegar, compre o Oyster Card por £5 na bilheteria de qualquer estação de metrô. Esse é um cartão pré-pago que permite que você acesse o sistema de transporte público (metrô, ônibus e outros), colocando crédito à medida que o usa. É só “abastecer” o seu Oyster Card em uma das bilheterias eletrônicas presentes em todas as estações de metrô, passá-lo na roleta e pronto! Assim você evita filas e controla melhor seus gastos com transporte. Uma viagem no metrô de Londres custa £2,30 na zona central, sendo possível trocar de linha à vontade.

Existe também a possibilidade de comprar o Visitor Oyster card pela internet previamente, uma opção feita especialmente para turistas, que oferece descontos em restaurantes, lojas e outros lugares de interesse.

O Oyster Card
O Oyster Card

Caminhe pela cidade e aproveite os parques – Londres é uma cidade imensa, com muitos pontos de interesse, como igrejas, praças e parques muito bonitos, com destaque para o Hyde, o Regent’s e o St James’s. Caminhe, observe pessoas e relaxe à sombra de árvores centenárias no meio de uma das maiores metrópoles do mundo!

Junte-se a um “Free Walking Tour” – Há uma variedade de passeios guiados gratuitos (baseados em gorjeta ao final). Existem passeios históricos, e passeios temáticos. Pesquise qual te interessa mais e apareça no ponto de encontro! Algumas sugestões: “Free Tours by Foot”, “New Europe London” e o “Free London Walking Tours”.

Visite os mercados – Um programa especialmente interessante aos domingos, quando os mercados estão mais movimentados e existem mais lojas e barraquinhas abertas. São muitas opções, entre elas o Spitalfields, o Brick Lane e o Portobello markets. Caminhe pelos corredores, observe as pessoas, experimente os quitutes, de repente compre uma lembrança ou outra, é possível encontrar ótimos preços!

Visite o Big Ben e o Parlamento – Não é possível entrar na torre do relógio, mas chegando na hora certa, pode-se entrar no parlamento e assistir aos debates, de graça! Também existem passeios guiados, mas estes são pagos.

Assista à troca de guarda – todos os dias às 11h30min ocorre a cerimônia de troca de guarda no Palácio de Buckingham. Apesar do empurra-empurra da multidão, vale a pena conferir. Chegue cedo para marcar um bom lugar, em frente às grades do palácio.

Adquira ingressos de última hora para peças de teatro e musicais – No quiosque da “TKTS” na Leicester Square pode-se comprar ingressos de última hora para musicais e peças de teatro. Mas seja flexível quanto ao espetáculo que pretende assistir. Clássicos como O Rei Leão, O Fantasma da Ópera e Les Misérables são difíceis de conseguir nesse esquema.

Vá ao Shakespeare’s Globe – Esse teatro é uma reprodução daquele em que William Shakespeare fazia suas apresentações no século XVI. Entre no site do teatro com algumas semanas de antecedência e veja o calendário de apresentações. A opção de assistir às peças em pé é especialmente interessante, e barata! Paguei £5 para assistir a divertidíssima peça “King John” e £10 para ver o grande violonista clássico John Williams tocar na sala anexa ao teatro, a charmosa “Sam Wanamaker Playhouse”.

Ouça a música das ruas – Nas ruas de Londres a música surge nos mais variados estilos (rock, hip-hop, pop, clássica, etc.). Fique atento, sempre há músicos independentes tocando nas ruas por gorjetas.

Para quem gosta de música clássica, a igreja St Martin-in-the-Fields é uma ótima pedida. Além dos concertos gratuitos (na hora do almoço, às 13h) e daqueles bem baratos, existe a possibilidade de assistir aos ensaios da orquestra local, normalmente abertos ao público.

Visite os museus gratuitos – Os melhores museus de Londres são totalmente gratuitos! Joias como o Museu Britânico, a Galeria Nacional e o Museu de História Natural não cobram um centavo pelo acesso a todo o seu acervo. Aproveite! São museus imensos! Quem gosta de história e arte fica facilmente um dia inteiro em cada um deles.

Sala da mundialmente famosa National Gallery
Sala da mundialmente famosa National Gallery

Enfim, existem muitos programas gratuitos em Londres, o que permite manter um orçamento de viagem baixo. Se ligue também nas alternativas que permitem visitar atrações pagas por um preço mais amigável. O segredo de viajar barato é um planejamento cuidadoso!

Curtiu? Compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on Google+

Deixe uma resposta